As vidas dos outros

- Tudo o que tu queres é fugir de ti e fingir que começas de novo.

Não sabes tu – a idade ainda não to permite – que ninguém começa de novo. Começamos sempre outra vez. E, vezes sem conta. Mas, não é de novo. É sobre o velho.

publicado por Marina Ricardo às 23:27 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (3)