Esqueci as meleitas

Fiz-me ao cinema, lenços em punho. Ri muito, chorei ainda mais. É uma viajem dura esta entre estrelas. Sofre-se ainda mais ao ver as palavras do John Green passadas, tão brilhantemente, para o ecrã. Ah, e como eu amo tudo o que ele escreve, e como me fere tudo o que ele escreve...

Doí mais, é mais cru. Não dá para virar a página ou fechar o livro. E dói. Outra vez. Milhares de vezes. Infinitos de vezes, infinitos esses maires que outros infinitos.

Quero alguém que me ame da mesma forma despreocupada e desmedida como o Gus ama a Hazel. Porra.

E, depois, choro outra vez... ou vivo esses infinitos…

 

tags: ,
publicado por Marina Ricardo às 10:27 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos