Segunda-feira, 21.08.17

meteriologicamente falando

Beijas-me a pele rosada, aquecida pelo sol. Sorris-me. Rio-me para ti com o corpo todo numa gargalhada salgada de mar.

Pergunto-me se me vais querer beijar a pele cansada e amarga depois de outro dia em que desejo tudo menos ser beijada. Quando o sol se puser e chover. Quando as lágrimas substituírem o riso. Quando o tempo mudar e me for inverno.

Ainda me vais querer beijar quando for o meu lado negro o que beijas?

publicado por Marina Ricardo às 19:57 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Terça-feira, 15.08.17

golden hour

Aos poucos o pensamento acalma. As palavras voltam e a alma descansa.

Há dança de letras por detrás dos meus olhos queimados pelo sol. 

O mar embala-me os textos que hão-de vir enquanto me lava dos dias sem escrever.

publicado por Marina Ricardo às 22:27 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Terça-feira, 08.08.17

tantas

São antas a palavras que não te disse. Que calei por cansaço e boca seca.

São tantos os livros que não me permiti te escrever. Alguns de romance. Outros de drama.

São tantas as letras, amor, que nos compõem e nunca fora ditas.

publicado por Marina Ricardo às 01:15 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 31.07.17

amor de verão

Textos longos são como amores de ano todo: longos, complicados, invernosos demorados.

Tenho na escrita, hoje, amor de verão. Intenso, fogoso e de término de temporada. Pequeno. Caloroso. Meia dúzia de palavras. Dezenas de beijos e toques apressados. Vai doer – é certo. Mas, será longo, eterno e durador até quando durar. E que, que dure para sempre: amor e lágrimas. Saudade.

publicado por Marina Ricardo às 22:07 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Sábado, 29.07.17

cansada

ando perdida em tantas lutas, que, na maior parte delas,nem sei como me tornei guerreira.

publicado por Marina Ricardo às 18:30 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Quinta-feira, 27.07.17

morte

Mata-me o medo. Os fantasmas já aprendi a matar.

publicado por Marina Ricardo às 18:36 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 25.07.17

negras

As letras abandonaram-lhe os dedos. Os olhos. E o ser. De certo fogem das trevas daquela alma que era texto e é mágoa. As letras tendem em secar na amargura. Agora sabe-o.

publicado por Marina Ricardo às 22:00 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (2)
Segunda-feira, 24.07.17

fui

Leva-me para casa. Não precisamos de ter pressa desde que me prometas que não paramos pelo caminho.

Estou cansada. Leva-me de volta para as paredes que me conhecem. Talvez assim eu volte a ser quem era.

Leva-me. Não me faças perguntas. Doí-me o ser. Não esperas que eu seja, sê-me que espero me ser quando me levares para a casa em que sempre me fui.

publicado por Marina Ricardo às 22:00 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Quinta-feira, 20.07.17

Amor ao círculo.

Não quero ser mais início. Deixa-me ser fim. Inverter papeis. Terminar. Nunca te vi chorar no termino, enquanto que eu,  início e  início do fim choro de início a fim. De fim a novo início.

publicado por Marina Ricardo às 21:37 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 10.07.17

made dreams

19985899_434308723618413_5710743754059546624_n.jpg

publicado por Marina Ricardo às 18:57 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Agosto 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

tags

Fotografias que vou instagramando

Crónica Semanal

Brianne - Fanfic

Contador