Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Azedo

por Marina Ricardo, em 08.03.24

Mexo sempre o café, mesmo que já há anos o beba sem açúcar. 

Às vezes gosto de pensar que as coisas mais amargas adoçam quando mexemos nelas.

Nunca as senti mais doces. Mas, gosto de acreditar que sim. 

publicado às 01:51

calma

por Marina Ricardo, em 08.03.24

Queria calma para escrever com calma.

publicado às 00:35

mão

por Marina Ricardo, em 06.02.24

Procuro-te sempre em cada nascer e pôr do sol.

Em cada mão: dedos desconhecidos e com anéis grandes.

Procuro-te em vozes alheias. Meigas e altas. Num tom que nunca será o teu. Em risos desconhecidos e em estranhos.

Procuro-te por entre as nuvens. Em cada pingo de chuva. Em cada sopro do vento que me desperteia o cabelo. 

Procuro-te sempre. Acho-te quase sempre. Sentado ao meu peito. Entrelaçado no meu dedo, com as tuas iniciais. 

publicado às 20:23

atrevimento

por Marina Ricardo, em 28.12.23

Chove há semanas.
As gotas de chuva cravaram-se nos vidros das janelas do quarto em dias que parecem infinitos. O vento arrepia-me a pele sempre, atrevida, o enfrento.
Tenho acendido velas a mais. Desperdício de pavios curtos como o meu. Pondero ser cada vez mais ponderada. A minha primeira ponderação tive-a contigo, bem sabes.
Cortar o mal pela raiz. Em silêncio. Fechar eu a porta que tinha deixado aberta para ti. Nunca saíste do alpendre do meu peito. E eu estava pronta para te dar o quarto principal, aquele com vista para o futuro.
Mas, tu ficaste ali parado tantos dias que parecem infinitos.
Chove há semanas.
O vento arrepia-me a pele sempre, atrevida, o enfrento. Pondero ser cada vez mais ponderada, mas ainda acedo velas a mais.

publicado às 11:45

eu sei

por Marina Ricardo, em 24.08.23

Não faz sentido, eu sei.
Mas, por momentos, pensei que ias ficar por mais tempo do que um se. Tão pequenino. Um sopro por entre os dentes. Se.
Eu sei. Não faz sentido.

publicado às 22:35

Resultado

por Marina Ricardo, em 22.08.23

Sou a soma de todas as desgraças. De todos os caminhos finitos e que não iniciei.

Sou o resultado de todas as equações de que fiz parte e de que me substrai.

Sou o cálculo do caos e da calma. De todas as histórias que contei e de quis não quis fazer parte.

Do amanhecer do meu corpo inquieto e cansado em todos os dias que soube que não o meu final. 

publicado às 01:14

Não é

por Marina Ricardo, em 11.08.23

O problema não é o final. Foi eu achar que estava a viver o início.

publicado às 20:24

A troca que nunca havemos de fazer

por Marina Ricardo, em 28.07.23

Um pingo do teu autocontrole.
Por um pingo da minha tempestade.

publicado às 20:20

Verde esperança

por Marina Ricardo, em 24.07.23

Hoje pintei os olhos de verde.

Precisarei de ver mais esperança.

publicado às 22:25

Se me temes

por Marina Ricardo, em 24.07.23

Não me faças querer menos e achar que sou demais.
Não me digas que sou de extremos, se nunca me viste o início e os fins.
Não me faças duvidar das certezas, tão poucas e tão ténues, que tenho vindo a colecionar.
Não me queiras com medo de sentir. De abrir a caixa de Pandora. De querer a lua e achar o céu perto demais.
Não me queiras pequena, porque não quero recear da grandeza.
Não me queiras, se me temes ter por inteiro.

publicado às 20:35


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2024

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.