Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




E Cá Está Mais Uma #19

por Marina Ricardo, em 26.08.12

Nova Crónica!

(Esta para matar saudades, dizer parvoices e testar as novas funcionalidades do site)

publicado às 20:17

Um Caso de Amor #9

por Marina Ricardo, em 26.08.12
I never ever cried when I was feeling down
I've always been scared of the sound
Jesus don't love me, no one ever carries my load
I'm too young to feel this old

Here's to you,
Here's to me,
On to us nobody knows
Nobody sees,
Nobody but me

publicado às 17:27

Faz bem à alma e não dói nadinha!

por Marina Ricardo, em 26.08.12

publicado às 12:17

Degradação Humana

por Marina Ricardo, em 26.08.12

Todas as minhas dores são, inevitavelmente, passadas a papel. Escreve-las ajuda-me a alivia-las, a lidar com elas e quem sabe, na melhor e mais irreal das hipóteses, a esquece-las.

Escrevo, alimento as fomes alheias, enquanto em mim morre a dor e se amainam as lágrimas que o meu corpo quer derramar.

Mas, há coisas que por mais que escreva, por mais que cozinhe, chore ou cante jamais conseguirei ultrapassar. Medos subjacentes há condição de existir, de ser, de amar.

Já vi o suficiente sobre a degradação humana. Sei como funciona, o que quer, o que leva e não mais devolve. Tenho dela ensinamentos e dores para uma vida.

Vi a mãe chorar por ela, o pai calar e cair com ela com ela no bolso e a irmã olha-la nos olhos de forma inquisidora e temerosa. E eu, munida de força que mascara o pavor que sinto, limito-me a carrega-los - a eles e a ela, às costas, em silêncio.

Pesa-me no coração e na alma, e rezo para a manter longe.

Mas, ela vive cá em casa, instalou-se e daqui não arreda pé. Basta-nos esperar que desapareça e todos estejamos vivos para o testemunhar.

 

publicado às 02:17

Pround Mama! #2

por Marina Ricardo, em 26.08.12

publicado às 00:07


Mais sobre mim

foto do autor



Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.