Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Coisas que alegravam os meus dedos #7

por Marina Ricardo, em 28.11.12

De, Pandora

publicado às 20:47

Duas décadas e uns pozinhos - os problemas

por Marina Ricardo, em 28.11.12

Em tempos dizia-se que a fase mais complicada na relação pais e filhos era a adolescência.

Os filhos regados de hormonas nunca são boa rês, e pais a viver nos 40’s já tiveram mais paciência para dramas pseudo-existênciais.

Porém, cheguei à conclusão que essa fase não é nada quando comparada com a que vivemos quando habitamos a casa dos 20.

Depois de – muitos de nós terem vivido cerca de três anos mais ou menos à nossa mercê, sem horários impostos, sem refeições certas e regimes familiares ordenados, voltar a casa pode ser complicado. Viver 24 sob 24 horas em família não é o mesmo que viver as cerca de 48 de um fim-de-semana – tempo que passávamos em casa enquanto estudantes.

As rotinas de pais e filhos demoram a afinar. É assim, duro, bom e verdadeiro, uma miscelânea complexa mas grande parte das vezes saborosa.

As discussões são diferentes: não somos adultos independentes, mas não somos crianças. Queremos demostrar o nosso ponto de vista, mas não podemos elevar a voz, porque no fim de contas “não estamos a falar com os amigos da escola” (o caso tem outros contornos negros quando já não andamos na escola, nem trabalhamos, onde apenas diferimos de um parasita pela nossa, não dele, motivação, vontade e frustração).

Ás vezes, fartos da vida a que os nossos progenitores chamam fácil, viramos as costas a aceitamos o facto de sermos os mal-criados da história. Às vezes é pior, outras é melhor; às vezes arrependemo-nos, outras nem por isso.

Problemas de gente grande, com duas décadas e uns pozinhos…. Um dia os nossos problemas foram os deles, um dia os deles serão os nossos - ciclos complexos da vida.

 

(Katy Perry, os 20's e parte da família)

publicado às 01:07


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.