Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




não há sol

por Marina Ricardo, em 31.07.14

Sente o mar brotar-lhe dos olhos enquanto tenta evitar as nuvens da sua cabeça.

publicado às 22:27

Comprei carimbos

por Marina Ricardo, em 31.07.14

e sou a criança mais feliz do mundo

 

(com letra de uma música da Patty Griffin, claro está)

publicado às 00:00

Limites

por Marina Ricardo, em 30.07.14

Gosto de pensar em mim como uma rapariga (mulher, ok) simples, equilibrada, simpática e justa. Mas, sem quaisquer pretensões, sei que não possuo qualquer um destes predicados. Sou confusa, complexa, bruta, nervosa, stressada.

Tenho uma noção bastante bem elaborada de quem sou. Do que gosto, ou não gosto, do que aceito, do que não aceito. Tenho um filtro grande que me livra de muito o que não aceito, tudo o suporto ou não suporto.

Sei que vou sair dali magoada, sei que vou fazer-me forte durante muito tempo, mas, também sei que um dia, algures no futuro, vou deixar a ferida sangrar para poder curar mais depressa. Nada de pensos ou curativos. Sei que comigo vai ser sempre a sangue frio. Sei que vou magoar as pessoas. Sei que elas também me vão magoar. Ou talvez as queria magoar depois de me magoarem. Sei as coisas certas, mas sei também que, às vezes, vou fazer as coisas erradas. Sei e aceito tudo isso. Parto do princípio que a vida é assim mesmo. Não me desculpo, mas aceito-me.

Mas, por muitos anos que passem nunca vou suportar que decidam a minha vida por mim. Não suporto sequer a ideia de tomarem decisões que só a mim dizem respeito.

Não aceito que digam onde vou, por onde vou. Aceito sugestões, saídas, listas de coisas que devo fazer. Mas, a última palavra é minha. Devo fazer, mas nem sempre faço. Quero ser eu a decidir. A decisão é minha. Tem de ser minha. É minha. Será sempre minha.

Sou compressiva e simpática e boa pessoa. Mas, também sei os caminhos reversos. Conheço a raiva e a arrogância. A mágoa. Vivo comigo mesma para saber os meus limites. Os bons e os maus.

 

publicado às 23:00

não durmas

por Marina Ricardo, em 30.07.14

O meu sonho acabar tarde. A alma fica desperta.

publicado às 01:27

ilusão

por Marina Ricardo, em 29.07.14

Ando a evitar uma série de pensamentos, de ideias, de dores minhas que não quero ter.

Ando a fingir que me esqueci. Ou que não me lembro de todo.

Ando a enganar-me. 

Resta-me pouco tempo nesta fantasia mentirosa em que sou vitima e vilã. Restam-me semanas, dias, talvez para fingir que me esqueci de me lembrar que estas dores minhas estão em mim. Estou a um passo do abismo e ando a tentar esquecer-me de como devo caminhar em frente.

Ando a evitar uma série de pensamentos, de ideias, de dores minhas que não quero ter. E, ainda não sei o que fazer quando me acordar desta ilusão.

 

publicado às 22:50

Trabalhar no verão num supermercado é:

por Marina Ricardo, em 28.07.14

Sentir que somos emigrantes ilegais algures entre a França, uns Países Russos, Espanha, Brasil, Alemanha, Itáila ou Inglaterra. 

publicado às 23:00

Marina - the original motion soundtrack #90

por Marina Ricardo, em 28.07.14

publicado às 19:17

Não.

por Marina Ricardo, em 27.07.14

Não quero que me toques. Não me doas mais. Porque me magoas com essas palavras simples, quando me pesas tanto aqui no peito?

Não me fales. Não me digas frases doces, que tão me amarga sabes. Quando me matas aos poucos quando me tentas viver.

Não.

Não.

publicado às 21:27

Finalmente

por Marina Ricardo, em 26.07.14

Encontrei um campo de girassóis:

 

publicado às 23:00

Marina - the original motion soundtrack #89

por Marina Ricardo, em 26.07.14

publicado às 01:37

Pág. 1/6



Mais sobre mim

foto do autor



Fotogrfias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.