Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O dia dos namorados

por Marina Ricardo, em 14.02.15

Não comia um bolo de chocolate há praticamente um ano. Enchi-o de morangos a ver se passava por saudável e se o meu corpo não se dava conta. 

Feliz Dia dos Namorados (o dia em que, mesmo não tendo namorado, podem ter um jantar romântico com a vossa irmã e comer bolo à sobremesa!!)

11005785_865608603459491_559131727_n.jpg11005914_865608600126158_1258587183_n.jpg

publicado às 23:57

O amor...

por Marina Ricardo, em 14.02.15

Tenho 23 anos e nunca tive um namorado.

Decidi começar este texto assim: logo com a bomba. Agora é tempo de consolar aqueles que ficaram com pena para vos dizer que sou uma feliz solteira e que não tenho interesse em ter namorado só porque todos acham que eu devo ter alguém que me aqueça os pés à noite.

Quando em amigos, se fala de amor, todos diziam que eu ia ser a primeira a casar e não me ia aguentar como miss independente muito tempo. Pois bem, cá estou eu solteira e alguns deles já casados. Muita gente costuma dizer que tenho que sair mais a noite. Que não é a fazer caminhadas, a procurar emprego, no computador ou no shopping que se conhecem caras metade (e só deus sabe o quão satisfeita estou com a minha face e o quão não interessada estou em dividi-la com ninguém.)

Hoje estava a ter uma conversa com a minha mãe e disse-lhe que ainda não estou talhada para ser esposa de ninguém.

Conheço demasiadas mulheres que se perdem, que deixam se ser quem são, conheço os males do amor e procuro quem me mostre a partilha e as coisas boas.

Sou solteira por opção e porque nem sempre me sinto preparada para deixar de o ser. Acho que já vi o amor umas vezes, mas nunca senti que ali encontraria porto seguro. O amor que conheço nem sempre é pacífico. Dói.

E, eu não o quero assim.

Acredito no amor, mas nunca lhe senti a confiança e partilha. Nunca senti esse amor romanceado dos livros, dos textos que gosto de escrever. Às vezes sinto-me desfraldada pelo amor que me rodeia. Nunca é perseverante o suficiente. Nunca luta tempo suficiente.

Procuro alguém que me faça uma feminista comprometida e principalmente apoiada. Procuro alguém que me faça mudar de ideias - e, por enquanto só eu sei como isso é difícil.

publicado às 19:17


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.