Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




intrínseco

por Marina Ricardo, em 31.03.15

Tenho o mundo debaixo da pele. Tenho todos os sonhos do mundo debaixo da pele.

Carrego o peso de todos os sonhos do mundo debaixo da pele. Da minha pele.

publicado às 19:07

amor

por Marina Ricardo, em 30.03.15

Às vezes dói-lhe o amor. Não o coração, nem o orgulho. O amor.

Doí-lhe o peito. A mão. A que dá a que perdeu. O que deu. O que já não tem.

Doí-lhe o amor. Como lhe dói a cabeça. Ou o coração.

Dores de amor. Do amor que vai perdendo - enquanto ama.

tumblr_mic341dpps1rawk42o1_500.jpg

publicado às 22:27

texto inédito

por Marina Ricardo, em 29.03.15

Não trocaria uma vírgula entre as letras que me compõem nestas frases confusas para abrir de novo caminho até ao teu texto perfeito, entre aspas.

publicado às 23:27

Aqueles dias:

por Marina Ricardo, em 29.03.15

Em que tinha  ramo perfeito para me casar:hphotos-ak-xaf1.jpg

 

publicado às 20:57

vazios

por Marina Ricardo, em 28.03.15

Circulamos pelo espaço entre os círculos que formamos em nosso redor. Espaços vazios: de nós.

publicado às 22:57

Há um ano a sentir-lhe a falta

por Marina Ricardo, em 27.03.15

Há um ano cantava com a Beyoncé. Ai as saudades dequeles cabelos sedosos 

publicado às 23:07

Como

por Marina Ricardo, em 26.03.15

É difícil não nos sentirmos incapazes quando não conseguimos arranjar trabalho. Custa não nos acharmos incompetentes.

É difícil. É muito difícil lidar com o lado emocional desta equação. 

O fracasso depois da procura. A dor. A frustração.

Às vezes sinto-me doente. E não estou doente. Não do corpo. Embora o corpo se ressinta.

Não sei ser emocionalmente equilibrada quando, na maior parte do tempo, lido com estados de ansiedade e revolta que não reconheço como sendo meus. Tenho vontade de partir coisas, de magoar. De gritar.

É difícil ser diferente, manter o ânimo em alta. É difícil lutar por algo em que só nós acreditarmos. Acreditarmos sozinhos cansa muito.

Depois, ninguém quer contratar sonhadores. Sonhadores, licenciados e revoltados, então…. Todos parecem concordar em quer máquinas competentes. 

Nunca vi um anúncio procurar uma pessoa com vida. Uma pessoa de carne e osso. Real. Procuram uma ideia, um ideal formatado para uma função específica. E, eu nunca encaixo. Nunca encaixo onde me querem pôr. Onde não quero estar.

Ninguém quer contratar sonhadores. Eu nunca vou desistir de sonhar, mesmo que tenha de sonhar sozinha.

 

publicado às 21:07

Nas nuvens

por Marina Ricardo, em 25.03.15

hphotos-ak-xaf1.jpghphotos-ak-xfa1 (1).jpg

hphotos-ak-xaf1 (2).jpg 

Arouca - Serra da Freita: Visita relâmpago para festejar o aniversário da avó 

publicado às 23:57

montanhas

por Marina Ricardo, em 25.03.15

Congelar a vida nos teus sorrisos, ao som do vento.

publicado às 20:30

Parede (sempre) em construção #2

por Marina Ricardo, em 24.03.15

hphotos-ak-xap1.jpg

publicado às 22:47

Pág. 1/5



Mais sobre mim

foto do autor



Fotogrfias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.