Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ai, ai que me dói tudo...

por Marina Ricardo, em 23.03.15

Estar de cama, doente, só tinha "piada" quando faltavamos às aulas e a nossa mãe ficava em casa a cuidar de nós...

publicado às 22:57

Sempre

por Marina Ricardo, em 22.03.15

Sempre que acho que atingi o meu limite, arranjo um balão de oxigénio, faço uma corrida, digo uma torrente de palavrões e desenho um sorriso por cima dos meus destroços.

Penso sempre que vou cair e arranjo sempre um beiral para me agarrar.

Estou exausta. Ainda não estou no fim. Então porque me sinto sempre lá perto?

 

publicado às 23:40

Marina - the original motion soundtrack #131

por Marina Ricardo, em 22.03.15

Já disse que ADORO Nashvillle, não já? Pois....

 

publicado às 17:17

Tu

por Marina Ricardo, em 21.03.15

Não quero mais falar nesse amor que me morre, que me mata, me consome.

Não quero mais senti-lo serpentear-me nas veias, morder-me os pensamentos, toldar-me a vista.

Não te quero mais.

Nem aqui, nem aí. Não te quero.

Não te quero pensar. Quero deixar-te morrer. Quero parar de te carpir. Quero parar de te maldizer. Quero parar-te.

Porque me sinto defunta, se és tu quem te deixou apodrecer em mim?

tumblr_n5qqlgJx8f1tplapzo1_500.png

publicado às 22:17

Aqui

por Marina Ricardo, em 21.03.15

Às vezes fujo. Da minha pele, de mim, em mim. Sem sair daqui.

publicado às 19:00

Insurgente

por Marina Ricardo, em 20.03.15

Fui ver Insurgente.

São livros assim que me fazem amar a escrita. Amar os sentimentos que a escrita me transmite.

Por muitos livros que leia, a Tris será sempre das minhas heroínas favoritas.

Por ser verdadeira. Por ser fraca e tão forte. E por, às vezes eu me sentir assim: tão fraca quando quero ser forte.

 

Depois, se há coisa nesta vida que me lava a alma é aquela sensação de união e liberdade que sentimos em alguns filmes. Este é um deles.

38kvxYP.jpg

publicado às 23:57

a.m.o.r.

por Marina Ricardo, em 19.03.15

hphotos-ak-xfa1.jpg

publicado às 22:00

negro

por Marina Ricardo, em 18.03.15

Um dia vou fazer-te engolir as palavras que não me disseste.

publicado às 23:50

Quando

por Marina Ricardo, em 18.03.15

Há uma revolta em tudo o que digo e faço. Há palavras minhas, novas, misturadas com outras que não quero dizer, que já disse. Que guardo.

Há um turbilhão de coisas que explodem dentro de mim a cada frase que deixo sair, a cada gesto eu reprimo, em cada murro para o ar que não dou.

Quem posso culpar? Estou cansada de me culpa a mim mesma.

tumblr_n54uqlxGkX1qkfpxgo1_r1_1280.jpg

publicado às 21:27

#TAG 7 coisas

por Marina Ricardo, em 17.03.15

Fui Desafiada a responder ao desafio #TAG 7 coisas. Já toda a gente respondeu, mas sou sempre a mesma preguiçosa para estas coisas!

Ver mais: )

 

publicado às 22:47



Mais sobre mim

foto do autor



Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.