Arrumos

Às vezes chego a casa guardo o coração numa caixinha e não abro a porta a mais ninguém.

publicado por Marina Ricardo às 22:20 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (3)