Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E, com asas, tudo é possível, não é?

por Marina Ricardo, em 27.02.13

Talvez dentro de nós haja um buraco fundo onde, durante a vida, se guardam as coisas desnecessárias - sentimos tanta coisa dispensável e dispersa, ela tem de se enterrar em algum lado, aqui para dentro.

As coisas que queremos esquecer não nos abandonam simplesmente depois de queremos parar de as lembrar. Nada é linear em nós - muito menos o coração e a memória.

E, mesmo que enterremos o pensamento, o coração fecha portas, que com o tempo se tonam perras, e custam a abrir novamente.

Estes processos mais ou menos macabros nem sempre são fáceis, quanto menos pesarosos.

O coração é um buraco fundo por si só, com caves, fundições, jardins, prados, sol e chuva, com ou sem arco-íris. Tudo nele são passagens, curvas e contra curvas, que, com o tempo nos vamos habituando.

E um dia, assim, sem mais nem menos, percebemos que muitas vezes quando por ele caímos, também voamos. Porque às vezes quando caímos, voamos. E, com asas, tudo é possível, não é?

 

publicado às 17:17


4 comentários

Imagem de perfil

De Carolinaa a 27.02.2013 às 23:43

E pronto o que queres que te diga? ISTO ESTÁ MARAVILHOSO! Enfim... lindo e verdadeiro que só ele, que só tu :')))
Imagem de perfil

De Marina Ricardo a 05.03.2013 às 20:37

Muito Obrigada!! ;)
Beijinho
<3
Imagem de perfil

De Carolinaa a 08.03.2013 às 23:26

Nada a agradecer, tu sabes.


Beijinho grande**

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.