Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "nos" da diferença

por Marina Ricardo, em 22.04.13

Todos dizemos que aceitamos a morte. É uma coisa da vida, costumamos afirmar. Para lá caminhamos, repetimos.

Somos pretensiosos ao ponto de encolher os ombros perante a morte. Usamos o verbo morrer com a mesma normalidade com que usamos o viver, ou o amar, como se fossem todos da mesma família. Como se partilhassem realidade, como se viver sem o amor dos que morrem fosse um processo simples e finito.

Mas, não – fingimos que os compreendemos mas não o fazemos de facto.

Morreste-me. Morreste-nos. Deixamos-te ir, mas não queremos que vás. Vais, mas nunca te largamos.

Ninguém morre. As pessoas morrem-nos, a nós, que cá ficamos nas ausências.

É quase como se fossemos amputados, mas, em vez de uma perna, nos levassem um pedacinho de coração. Continuamos a senti-lo por um tempo, ali, pertinho do ventrículo, até um dia em que recebemos que ele se foi – que o enterramos.

E, voltamos a chorar. E, continuamos a sofrer.

Depois, cabe-nos a nós, e ao tempo, seguir em frente, remendando o coração com as memórias de quem nos morreu – a nós que o amamos, a nós que, o perdemos.

publicado às 00:07


2 comentários

Imagem de perfil

De Carolinaa a 22.04.2013 às 00:52

Essas palavras, hoje, bem neste dia, foram uma luva no meu estado de espirito.
Sempre tu, consegues essas coisas.

Espero que estejas bem. E que esteja tudo bem.

Um beijinho grande. Muito grande.
Imagem de perfil

De Marina Ricardo a 23.04.2013 às 20:06

..............

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.