Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




ilha

por Marina Ricardo, em 13.11.13

Ela é uma ilha. Um punhado de terra vazia e selvagem rodeada de mar frio e revolto. Mar esse que ela evita e sacode dessas terras assombradas.

Ela é uma ilha. Só, na escuridão do oceano, em inverno permanente.

Largada nesse mundo redondo, esquivo e demasiado grande, ela ficou à deriva quando recusou o passaporte para o futuro, tentando retornar para esse passado em que fora cidade movimentada.

Queria ela voltar àqueles dias de sol alegre em que ela, assim sem querer, pintara o quadro difuso, confuso e negro em que agora vivia. Àqueles dias, em que em que com um desespero vindo de nenhures, cortou as cordas que a uniam a ele. Ele que era gaivota em ilhas próximas, mas que nela era barco encalhado, tão feio e desbotado quanto a ilha que ela era.

Pudesse ela mudar o passado e alcançá-lo-ia com uma laçada da renda do coração, prendendo-o a ela. E, então não mais seria ilha, seria arquipélago de amor.

Todos os dias, antes do despertador tocar, abre ela os olhos e deseja mudar aquele passado. Porém é raro o dia em que pensa no presente, jamais no passado. Ao longe, naquele horizonte escuro, espera sempre o passado de volta. Não percebe ela que, por detrás daquele nevoeiro está de novo o sol.

Mas, por enquanto, e enquanto a tempestade dela não amaina, ela dorme de janela fechada e cabeça coberta, enquanto cruza os braços sob aquele peito de terra seca de infértil da ilha que é, e da cidade que o passado roubou.

E, assim será, até o dia em que ela largará as amarras, segurará forte aquele bilhete só de ida para o futuro, atirar um beijo de despedida, por cima do ombro, para o passado que tanto deseja, e partir. Sem medos, sem sombras – com peito aberto e pássaros de esperança nas mãos. Sem ele, e com ela – com aquele que ela deixou esquecida no passado e está pronta para regressar à vida que se vive e é vivida.

 

publicado às 22:00


1 comentário

Imagem de perfil

De Carolinaa a 14.11.2013 às 21:56

Ilhas, ilhas, mares, eles, passado, futuro. Palavras chave deste post. E só consigo pensar no quão bem escrito isto está. Mas é além da minha compreensão, perfeito é pouco para isto. Sendo eu uma menina da ilha tem um significado ainda maior ainda mais literal. Enfim... Sem palavras.

Beijinhoooo grande <3

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.