Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coisas que aquecem o coração #2

por Marina Ricardo, em 05.09.12

"És persistente e lutadora... (...) Tu és O FURACÃO! Percebes?"


An., a Caetanita das horas longas, a que virou irmã


publicado às 14:17

Do que agora se começa a sentir

por Marina Ricardo, em 02.09.12

Sempre disse que ainda não me despedira do papel de estudante. Claro de empacotar os últimos três anos foi um sinal, mas nada que me pusesse em alerta.

“Ainda temos Setembro, e sempre precisas de uma canetita e de um caderno”, dizia-me uma vozinha quando pensava no assunto.

Receber o diploma de curso foi outro marco. “Pronto, acabei”.  Porém o sentimento não se espalhara, nem com a incessante procura de trabalho.

Um destes dias, ao telefone, com uma (agora, ex) colega de casa, falávamos sobre o facto de ela sentir a nossa falta e de a cidade sem nós, as nossas aventuras e vozes, não ser a mesma. Nostálgica, sorri e disse-lhe apenas “ Eu vou visitar-te. Mais rápido do que imaginas”.

Não mais vou lá voltar como portadora no número mecanográfico 33777. Para a semana não vou fazer a mala. Nem inscrever-me nas turmas, nem escolher opções, nem propor projetos para as cadeiras de jornalismo ou para a UTAD TV. Não vou voltar para a Residência, nem vou adornar-lhe mais as paredes com post-it’s nem posters. As noitadas de risos e palermices, lá no quarto, acabaram.

Hoje, quando, às compras de material escolar, com minha irmã, percebi isso. Nada daquilo vai voltar – não mais. Ficam as recordações e o caderno novo, que hoje comprei para quebrar o sentimento de falta ( e de missão comprida) que tão depressa se instalou.

 

 

publicado às 20:07

Sabe Bem, O Reencontro...

por Marina Ricardo, em 09.08.12

(Foto nossa, antiga...)

publicado às 22:47

Daqui a umas horas... #2

por Marina Ricardo, em 09.08.12

Vou ver a amiga que se tornou irmã, ao fim de três anos de partilha diária.

Já tinha saudades....!

 

publicado às 01:47

publicado às 00:07

Coisas que aquecem o coração

por Marina Ricardo, em 23.06.12

"Eu ainda vou ouvir falar de ti..."Grande jornalista e escritora Marina Ricardo", pessoa que fazia dos audiovisuais casa... Que fazia 1000 e uma coisa ao mesmo tempo ah... importante... Ainda tinha tempo para ajudar os outros… enfim... O teu dia deve ter 48h!"

 

A., a Caetanita do quarto grande, com a poltrona

publicado às 00:27

Ao reler pela 1000000000000000000 vez

por Marina Ricardo, em 20.06.12

o relatório, percebi que me faltava agradecer a alguém MUITO importante...

 

"Às minhas Caetanitas que me ensinaram novos significados para as palavras “amor” e “amizade”, e me deram uma família em terras que não me pertenciam. Obrigada por serem “as” especiais."

 

(Detalhe da residência)

publicado às 11:57

Dos Adeus...

por Marina Ricardo, em 11.06.12

Amanhã, despeço-me, definitivamente, da Residência Caetano, a casa que foi palco das maiores aventuras da minha vida, a casa que alojou a minha família de Vila Real durante estes três anos.

Vais deixar saudades, minha real casinha...

 

(Mais um poster do meu quarto...)

publicado às 01:07

Da minha, para sempre, irmandade

por Marina Ricardo, em 25.05.12

Se estas paredes falassem contariam histórias que nós próprias desconheceríamos.

Contariam vidas em separado, suspiros das noites longas e palavras, matérias perdidas.

E risos, gargalhadas e piadas que nelas e por elas se perderam.

Se estas paredes falassem, pediriam que ficássemos. Para sempre. Aqui, juntas, nesta irmandade. Neste amor desmedido, neste constante cuidado que só a família tem.

Mas, estas paredes não falam. Estas paredes mal sabem que o que nos une é eterno. Que o que nos une, mesmo que a vida nos separe, ficará, permanecerá e trará sempre, sempre, sempre, boas memórias, amor e felicidade sem igual. 

 

(Uma das paredes do meu quarto na Residência Caetano....)

 

publicado às 21:07

Dos Fins...

por Marina Ricardo, em 25.05.12

Esta semana acabam as minhas aulas. Daqui a uns dias, meses talvez, se tudo correr como esperado e planeado, sou uma pessoa licenciada. Uma jornalista.

Esta semana, embora não definitivamente, saio de Vila Real… digo um até já prolongado a quem me tornou melhor, quem me fez ser quem realmente sou.

Esta semana, sou um misto de emoções. Tristeza e alegria. Emoção e sorrisos…

Esta semana, não quero que acabe…

 

publicado às 02:47


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2022

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Fotografias que vou instagramando




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.