Confortável

Tenho saudades nossas. Sinto a minha falta, mais do que a tua, mas mesmo assim - quero-nos de volta. Pronto. Já disse.

Era mais confortável na tua certeza de quem eu era. Era mais fácil ser-se eu quando me davas os rótulos. As legendas. Eras feliz. E eu infeliz. Mas, éramos certos. Relógios suíços.

Estou casada de ser eu. Cansada de lutar pelo meu espaço.

Quero-te de volta - ocupavas os espaços todos e eu não precisava de existir.

 

publicado por Marina Ricardo às 19:07 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)