foco

Nunca me senti tão só. Mas, também nunca fui tão bem acompanhada por mim.

tags:
publicado por Marina Ricardo às 20:00 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos