Queimada

Sinto-me ansiosas. Sempre.

Porque o telefone tocou, porque não me ligam.

Porque entro as 5h, ou porque vou poder dormir até as 10h.

Porque sei que o trabalho é muito. Ou, não sei como estão as coisas.

Quero tanta coisa e tenho tantas saudades de tudo que me falta o ar. Que me falta a paciência e a vivacidade. Que me falto.

Estou exausta de estar cansada e ansiosa. De me querer. de querer os outros para mim, dentro de mim, ao pé de mim.

De querer ser artista e escrever. De querer parar. De me sentir vazia. E cheia.

Sinto o peito arder. São três da manhã e sinto-me em chamas.

As minhas chamas.

O meu fogo.

publicado por Marina Ricardo às 02:37 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)