Terça-feira, 23.06.20

a sonhar

Embalo os sonhos com canções gastas e voz desafinada.
Pego-os ao colo com muito cuidado. Como se fossem de vidro.
Guardo-os assim. Mornos. Recém nascidos, pequeninos. Frágeis.
Guardo os meus sonhos encostados ao peito nu, não adormecidos, mas a sonhar.

publicado por Marina Ricardo às 21:17 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (2)
Segunda-feira, 22.06.20

sentimento à flor da boca

Não me esperes se me esperas igual aos outros.

publicado por Marina Ricardo às 22:12 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Sexta-feira, 19.06.20

O esqueiro da sala de estar

Às vezes acendo velas e a minha alma. Outras vezes só as velas.

publicado por Marina Ricardo às 00:14 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (2)
Terça-feira, 16.06.20

Fruto

Sou fruto e consequência de todos os actos, pessoais e alheios, presentes e passados, que me trouxeram ao local que os meus pés hoje chamam de seu.

publicado por Marina Ricardo às 21:05 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (2)
Domingo, 07.06.20

Humano

É cada vez mais assustador ver pessoas com opiniões perigosas a serem postas em posições de poder. Ver como lhes é oferecida, de bandeja, uma plataforma para divulgarem a sua ignorância e ódio.
Abrirmos estas portas é irreversível, porque um preconceito dito muitas vezes às pessoas 'certas' permite uma crença cega.
É essencial a informação. A preocupação em querer saber. Votar. Ver notícias. Ler notícias.
Ser cidadão. Ser humano.

publicado por Marina Ricardo às 02:55 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (2)
Segunda-feira, 18.05.20

Carta de amor à minha alma.

Amor, andei até aqui. Às vezes vim a correr de entusiamo por tanto me querer acercar de ti, outras paralisaram-me os pés por que me esqueci por que vinha.

Parou-me o corpo, muitas vezes, mas, o amor seguiu sempre apressado de por isso vim sempre andando.

Nunca deixes de me esperar. Vou a voar para o teu regaço, mal a cabeça me sai das nuvens e os pés do chumbo que às vezes lá floresce.

Não chores. Guarda as lágrimas para nos chorarmos quando nos tivermos nos braços.

Amor, a minha cabeça perdeu-se por outras ruas. Mas, o meu coração sempre soube o caminho. Daqui a nada volto a casa.

Vou chegar atrasada. Não me esperes para o jantar. Espera-me para viver.

publicado por Marina Ricardo às 22:11 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (3)
Domingo, 10.05.20

Calmaria

As cortinas dançam ao som da vida lá fora.

publicado por Marina Ricardo às 19:22 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (3)
Quinta-feira, 30.04.20

Destinatário

Amor a vida está suspensa.
Fecharam-se as portas e as janelas. Ficou só esta errada e longa reta que todos os sinais apontam ser o nosso futuro.

publicado por Marina Ricardo às 20:39 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Sábado, 25.04.20

Pairar


Não te preocupes.
Com mergulhos mais ou menos profundos ninguém sai de pé, estamos todos a levitar.

publicado por Marina Ricardo às 23:39 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)
Segunda-feira, 06.04.20

prólogo

E, do nada as almas cruzam-se e as vidas fundem-se.

publicado por Marina Ricardo às 23:35 | link do post | comentar | Adicionar aos Favoritos (1)

mais sobre mim

Junho 2020

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
20
21
24
25
26
27
28
29
30

Fotografias que vou instagramando

tags

Brianne - Fanfic

posts recentes

pesquisar neste blog